A Prefeitura de Itacaré está desenvolvendo durante todo esse mês de setembro um conjunto de ações e palestras voltadas para a informação e combate ao suicídio. O objetivo desse trabalho é alertar a comunidade sobre o problema, acompanhar e prestar assistência as pessoas, informar sobre os fatores de riscos e as formar de apoio, como elevar a auto-estima, o bom suporte familiar, os laços sociais estabelecidos, atividades de lazer, o senso de responsabilidade com a família e mostrar a importância da vida.

E como parte dessas ações, a Secretaria de Desenvolvimento Social de Itacaré realizou na última quarta-feira, dia 18, a palestra com o tema “Prevenção ao Suicídio – Setembro Amarelo”, com a psicóloga Ana Paula Laranjeira. A palestra aconteceu na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, ao lado do Clube Pirajá, e foi aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais sobre o problema e descobrir as formas de ajudar cada vez mais a mostrar o dom da vida.

Já a Secretaria Municipal de Saúde está realizando nesse mês de setembro palestras na sala de espera de todas as unidades de saúde inclusive no CAPS. Durante todo o mês, equipes de vários Postos de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde estarão realizando ações em prol da campanha ‘Setembro Amarelo’. O objetivo é conscientizar a população sobre as formas de prevenção ao suicídio. As atividades contam com palestras, rodas de conversa e trocas de experiências que estão sendo desenvolvidas nas salas de espera e em trabalhos de grupo com pacientes. Também serão feitas visitas a escolas e instituições que solicitarem esclarecimentos.

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

No Brasil, o suicídio é considerado um problema de saúde pública e sua ocorrência tem aumentado muito entre jovens. De acordo com números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia em média, sendo essa uma taxa maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. De acordo com um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2014, o Brasil está em oitavo dentre os países com maior número de suicídios. No mundo, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade. A OMS também afirma que o suicídio tem prevenção em 90 por cento dos casos.

> divulgue

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here